30 de novembro de 2010

Clarise L.



" Escrevo por ter nada a fazer no mundo.
Sobrei e não há lugar para mim na terra dos homens.
Escrevo porque sou um desesperado e estou cansado.
Não suporto mais a rotina de me ser.
E se não fosse a sempre novidade que é escrever
Eu morreria simbolicamente todos os dias.
Mas preparado estou para sair discretamente pela saída da porta dos fundos.
experimentei quase tudo, inclusive a paixão e o seu desespero.
E agora só queria ter o que tivesse sido e não fui"

25 de novembro de 2010

Espinhos


ESPINHOS



Espinhos. É o que me sinto ser.
Sou como espinho entre as rosas.
Aquela parte feia.
Aquela parte ruim.
Aquela parte que machuca.
Aquela parte que não deveria estar ali.
Aquela parte diferente de tudo o que se ve por ali.
Aquela parte que ninguém quer por perto.

Espinhos. Entre as rosas do jardim.

23 de novembro de 2010

AUTOR INATIVO



O AUTOR INATIVO



Hoje resolvi vir falar sobre autores inativos.
Um verdadeiro autor tem grandes necessidades em estar sempre escrevendo algo novo, criando, tanto quanto a necessidade do homem pelo sexo ou da criança pelo doce.

O autor vê diante dos seus olhos um mundo em que ninguém mais vê.
O autor vê um mundo de acontecimentos incriveis, prontos para se tornarem história que só ele consegue realiza-lo.

A melhor viagem para o autor é quando ele pega a caneta e enfrenta o papel e faz a história, o momento perfeito.

Cria um mundo alternativo, cheio de aocntecimentos, pessoas, amantes, filhos, pais, familia, estudante, trabalhadores.

Mas também tem o seu lado ruim, quando o autor nao consegue escrever, quando ele esta naquela fase que nao consegue criar nada, a fase inativa, é muito ruim, ele se sente completamente inutil.

Fica forçando e nenhuma história sai.
Tem autores que ficam apenas dias inativos.
Mas tem autores que ficam meses e até anos.

Por experiência própria eu posso dizer que é muito ruim estar inativo por tanto tempo assim.

O autor também tem a vantagem de fugir da realidade.
Quando as coisas não estão bem ele pode montar um mundo alternativo para ele mesmo e ficar ali o quanto fosse necessário.

Bom, eu não sou uma boa autora mas lancei oito livros nos ultimos meses deste ano.Os quais já mencionados neste blog antes.
Agora eu estou inativa faz quase dois meses
E é tão ruim.

Lidar com as palavras é um dom.
Escrever é um Dom.

Quem quiser pode verificar meus livros em:
www.clubedeautores.com.br
www.agbook.com

9 de novembro de 2010

Nome Removido

3 de novembro de 2010

Musculação


MALHAÇÃO


Finalmente eu consigo entender o prazer que as pessoas tem em malhar.
É realmente muito bom.
Alem de desestressar, vai nos deixando em forma.

Mas sinceramente
Tem algumas pessoas ... como eu rsrs
Que eu acho solitários demais.
E vão para academia colocar em prova seu proprio limite.
Ficam focados nos pesos que são capazes de aguentar.
Vão sempre colocando mais kilos
Na confiança de sua capacidade de aguentar
E ficam cada vez mais focados
Principalmente quando começam a ver o resultados
De toda a luta.

Fazer o que?
O Ser humano é uma espécie teimosa.
Sempre tentando superar seus proprios limites.
Bom, eu não posso nem falar muita coisa.
Eu tenho observado e antes que eu reparasse
Já estou dentro desta onda também.
Sempre tentando ir alem do meu limite.

Quem entende né.
Mas é bom sim malhar direitinho.
Faz um bem para a alma...