7 de novembro de 2009

E NUNCA MAIS FOI A MESMA COISA



Talvez quando vc leres estas linhas, essas mãos que hojem escrevem já não terão mais vida.
E esses olhos causadores de muitas lágrimas estejam fechados para sempre.
E não existirá mais este alguém que em vida só recebeu desprezo e inspirou piedade.
E sentirás saudades quem sabe dos nossos castelos que iam por agua baixo pelo sopro da indiferença.
E sentirás saudades quem dabe,
da minha boca que se unia com a sua com o procentimento de que aquele céu nunca se acabaria.

E quando tiver um filho, mostre a ele uma estrela no céu, a nossa!
E diga:

- Filho, sabe aquela estrela? Ela vive de saudades para os seus olhos relembrar quando o seu coração me esquecer.

Um comentário:

  1. nossa pri

    me deu um aperto no caração ler esse texto =/

    ResponderExcluir